Lida com dinheiro no seu trabalho? Você pode ter direito a adicional

Lidar com grandes quantias de dinheiro é uma atividade que carrega grandes responsabilidades. Qualquer descuido pode comprometer o fluxo das quantias que circulam pela empresa todos os dias. Pouca gente sabe, mas existe um adicional ao salário do trabalhador que serve para recompensá-lo pela tensão que essa tarefa envolve. Trata-se da quebra de caixa, montante que pode ser repassado mensalmente aos empregados que cuidam do dinheiro da empresa.

O valor da quebra de caixa não é regulado por nenhuma lei e deve ser negociado nas convenções e acordos coletivos firmados entre os sindicatos e os patrões. Entretanto a Justiça do Trabalho geralmente entende que o adicional de 10% ao salário do trabalhador é um repasse justo à função exercida.

“Os adicionais devem ser pagos ao trabalhador sempre que houver uma responsabilidade extra, que acarrete mais estresse e cobranças. Manusear dinheiro se enquadra nisso. O trabalhador que se encaixa nesse caso deve procurar o sindicato e conversar sobre a questão para avaliarmos se o funcionário pode receber a quebra de caixa e como pode reivindicar o valor”, explica o presidente do Sintracia, Cirso da Silva.

Os trabalhadores que lidam diariamente com o controle de dinheiro nas empresas devem entrar em contato com o Sintracia para confirmarem se têm direito ao adicional.

Fonte: Sintracia

Desenvolvido por ABRIDOR DE LATAS COMUNICAÇÃO SINDICAL